Conforto

Conforto implica em coisas que gostamos de ter e que depois de as ter não queremos abrir mão. Pode ser, por exemplo, uma viagem para o Nordeste todo ano, um carro com ar-condicionado… São os aumentos no nosso padrão de vida. É um apartamento maior, é um sofá novo, é um carro mais potente.

O conforto vem depois da tranquilidade na minha cabeça. Então não tem sentido para mim, trocar de carro ou apartamento caso precise utilizar a reserva de tranquilidade descrita acima para isso. Tenho a sorte de ter casado bem, pois minha esposa compartilha comigo dessa ideia.

Ou seja, tendo a segurança e tranquilidade garantidas, o que ganho pode ser dividido para adquirir mais conforto, liberdade e luxo. Foi o que fiz quando dediquei o valor que antes construía minhas reservas para o pagamento do novo apartamento.

Note que depois que passamos a usufruir de maior conforto, pode ser necessário aumentar nossa reserva de emergência para dar conta do custo extra deste conforto. Em caso de problemas, temos que pagar a gasolina a mais que o carro potente consome em relação ao carro popular, a conta de luz do apartamento maior pode ser maior que era a do apartamento pequeno, etc.

Cada decisão tem impactos, analise o que é necessário e o que pode ser postergado um pouco mais caso implique em custos recorrentes muito maiores, e não apenas no custo de aquisição.

Autor: Fabricio S. Peruzzo

Papai investidor, marido, polímata, empreendedor, curioso. Tranquilidade financeira é qualidade de vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s