Kurt Vonnegut

Então nesta madrugada, depois de 47 anos escrito, sei bem, porque foi escrito no ano em que nasci, descobri Breakfast of the Champions, do Kurt Vonnegut, depois de ter pedido uma prova do mesmo na Amazon, pois havia ficado curioso quando recebi um e-mail de promoção com o livro a US$2,99 e, tendo baixado tal prova no meu Kindle, e com o celular carregando na sala, diferente de todo dia, quando dorme ao meu lado na mesinha ao lado da cama, e então com o Kindle ali posicionado para a insônia eventualmente esperada, e com a prova de outro livro que não me interessou continuar depois de ler as primeiras páginas, comprei o mesmo direto no Kindle, devidamente configurado para comprar com meu cartão de crédito previamente cadastrado na loja de tudo, e tal foi minha admiração com a leitura, que logo após parar, pois o sono parecia ter voltado a me chamar, acabei levantando, pegando o iPad onde agora escrevo esta frase, que deve ser, com certeza, a maior frase que já escrevi na vida, para descrever minha estupefação ao me dar conta da finitude da vida, e de quanto, a cada dia, descubro que ainda não conheço ou não sei, e provavelmente, nunca virei a saber, dado o tamanho dos meus interesses e a limitação previamente mencionada do tempo necessário a conhecer isto tudo, e agora tento voltar a dormir, talvez depois de publicar esta frase em algum lugar, no caso, agora, em meu site pessoal, como uma lembrança de que sempre temos algo novo a aprender todos os dias, ou no caso, na madrugada.

Autor: Fabricio S. Peruzzo

Pai, marido, polímata, empreendedor, curioso. Tranquilidade financeira é qualidade de vida.

2 comentários em “Kurt Vonnegut”

  1. Bom dia Fabrício.
    A finitude existe e é real, mas achamos que somos super heróis e que tudo gira a nossa volta.
    Depois de um grave acidente com a minha família em outubro de 2019, vejo com muito mais realidade, essa finitude da vida. E agradeço a Deus por ter feito um milagre em não morrermos no acidente. Hoje vivo um dia de cada vez, amando a vida a cada momento e curtindo tudo que Deus me prporciona no dia. Um bom dia da esposa, um abraço de um amigo. Tudo pra mim agora, tem muito mais valor. Agradeço a Deus e a Jesus por ter me salvo. Deus te abençoe ricamente.
    Jader

    Curtir

    1. É bem isso, Jader. Já vivi acidentes na família e amigos, doenças fatais no tempo doce da vida… Temos que viver cada dia como o último que temos, e assim aproveitar ao máximo nossas bençãos, ao mesmo tempo que precisamos pensar que o último pode estar ainda bem distante, e nos planejarmos para que continuem abençoados por muitos e muitos anos.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s