Técnica dos R$ 10,00

Quem tem dificuldades em começar a poupar pode tentar aplicar uma técnica simples que idealizei para gerar consciência dos pequenos valores.

Envolve andar com dinheiro na carteira por algum tempo, para pagar as contas em espécie. Isso ajuda em duas situações: evita gastos não programados (se você não tirou dinheiro no caixa automático antes) e permite implementar uma poupança forçada sobre os gastos.

Intitulei de Técnica dos R$ 5 quando a criei muitos anos atrás. Coloquei ali em cima como Técnica dos R$ 10, mas na prática, sua situação financeira e seus gastos regulares é que definirão o título da sua técnica. Pode ser de R$ 50, pode ser de R$ 100.

É simples. Quando você fizer um pagamento (estacionamento, restaurante, roupas para os filhos, …) você programa antecipadamente até quanto você pretende gastar e retira este valor da sua conta, se já não tiver o necessário na carteira, para pagar em espécie. Provavelmente você pegará mais dinheiro para manter na carteira. Quando fizer cada pagamento em espécie, você arredonda o troco para o limite da sua técnica.

O objetivo é não manter na carteira notas menores do que a definida. Se você usar a técnica dos R$ 20, qualquer conta que você pagar abaixo desse valor deve colocar o troco em outro bolso. Estacionamento de R$ 12? Joga os R$ 8 de troco no outro bolso e guarda depois em casa para colocar nas economias.

Se envolveu com a técnica dos R$ 50? Pagou um almoço de R$ 80? Lá se vão mais R$ 20 para a poupança.

Você pode achar que pagar as coisas em dinheiro é pouco prático. Você pode achar que essas pequenas economias não fazem diferença. Eu digo: aplique a técnica. Se você tem dificuldade em guardar dinheiro, aplique a técnica. Ela não serve para você utilizar por toda a vida, sei que não é prática na atualidade. Serve para você se dar conta, para pensar no dinheiro que utiliza no dia a dia. Serve para você se tornar consciente dos pequenos gastos e como eles impactam sua capacidade de poupar. Serve para ajudar a começar algo parecido com um planejamento de orçamento.

Autor: Fabricio S. Peruzzo

Papai investidor, marido, polímata, empreendedor, curioso. Tranquilidade financeira é qualidade de vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s