Tenha atitude

Tenha atitude. O mundo é de quem faz.

Há algum tempo, lembro de cansar de ouvir resmungos e reclamações de amigos que falavam de problemas que não conseguiam resolver. Na maioria das vezes eu parava, escutava e pensava em soluções possíveis que pudessem ajudar ou até resolver totalmente a questão. Normalmente a solução envolvia trabalho, afinal nada acontece se ficarmos parados. Neste momento, em vez de partir para a implementação, vinham desculpas: é difícil, é caro, dá trabalho, não sei fazer, me ajuda, faz para mim…

Atualmente não passo mais por isto. Estou envolvido com projetos novos e não sobra tempo para ficar escutando os chorões. Não iniciei um processo de afastamento do chororô, aconteceu de forma natural à medida em que me tornava menos complacente e mais enfático: “a solução está aí, a parte trancada, como resolver o problema, já fiz. Tira essa bunda da cadeira e faz tua parte”. As pessoas que esperavam que eu fizesse tudo para elas foram aos poucos se afastando e com isso foi sobrando não apenas tempo, mas espaço para a aproximação de novas pessoas, mais sintonizadas com minha frequência atual, pessoas de menos drama e mais atitude.

Pode ter ajudado o fato de agora eu cobrar consultoria. Quem paga, geralmente tem atitude de implementar as soluções.

A vida é dura para quem é mole.

Quem espera as coisas cairem do céu acaba vivendo uma vida vazia e sem sentido. Veem uns progredindo e não entendem porque para elas não acontece o mesmo. Vendo de fora, imaginam que tudo de bom acontece para os outros, nada para si. Passam o domingo na frente da TV reclamando que a programação é uma porcaria e não lembram que poderiam estar lendo um livro.

A rotina de acordar, trabalhar, voltar para casa, ver TV e dormir se torna um ritual, um hábito que parece ser o natural, todo mundo faz. Enquanto estiverem fazendo o mesmo continuarão tendo os mesmos resultados. Iluminamos uma sala ao acender a luz, não adianta ficar no escuro gritando e agitando os braços. Se você se identifica com esta situação, pare agora mesmo e se pergunte: o que estou fazendo para mudar minha vida?

Tenha atitude.

Autor: Fabricio S. Peruzzo

Papai investidor, marido, polímata, empreendedor, curioso. Tranquilidade financeira é qualidade de vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s