Quem planta, colhe. As vezes até mais do que plantou.

Há 10 anos um cliente ouviu o que eu tinha a dizer e partiu para a ação. Muitos me ouviram, poucos foram os que efetivamente agiram.

Hoje não vou contar a história de um cliente que contemplou cedo e lucrou diversas vezes o que investiu. Vou contar a história do Renato, que levou 10 anos para contemplar, 119 meses para ser exato. No final das contas, com seu consórcio, perdeu dinheiro ao longo desses anos todos. Até poderia usar a carta e se beneficiar um pouco da alavancagem que ainda possui, mas neste caso, quitar e pegar a bolada que juntou é uma opção melhor. Foi como se tivesse guardado dinheiro debaixo do colchão e o vento tivesse levado algumas notas ao longo do tempo.

Dá para ver no depoimento que me enviou que não vê o ocorrido como perda. Com uma só carta, sabia que contaria com a sorte, mais do que com as probabilidades a seu favor. Ainda assim, é raro de acontecer isso. Como ele mesmo se chamou (baseado em um texto antigo meu), foi o Pato Donald dos consórcios.

Por outro lado, ter começado o consórcio lá atrás foi a chama inicial do interesse em investir. Em paralelo com o consórcio, também começou uma reserva de emergência e aprendeu sobre fundos imobiliários. E assim como fez com os consórcios, agiu.

Hoje, pode até não ter tido os resultados esperados com o consórcio, mas a sementinha inicial que ele plantou fez nascer não apenas esta árvore, mas outras ao redor. Esta é a mágica da vida, quem planta, colhe. E a natureza as vezes nos surpreende com aquilo que não plantamos originalmente, mas acabamos colhendo.

O caminho do crescimento não é uma linha reta. Fico feliz de que o Renato veja isso da mesma forma que eu. E assim como eu fiz, ele também plantará mais sementes em novos consórcios. Porque mesmo o Pato Donald parecendo azarado, as vezes tem tremendos golpes de sorte. E com toda sinceridade, vive uma vida bem tranquila lá em Patopolis.

Eu plantei a semente de que você deve pensar no seu futuro, na sua tranquilidade financeira. Gostaria de regar essa semente no seu jardim?

Autor: Fabricio S. Peruzzo

Papai investidor, marido, polímata, empreendedor, curioso. Tranquilidade financeira é qualidade de vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s