A mentalidade alienígena de um salário fixo

Mês passado o Steve Pavlina escreveu um artigo que ressoou forte com algo que penso de forma semelhante. Traduzo de forma livre para quem não tem familiaridade com o inglês, e deixo o link original para quem preferir ler no site dele.

Uma forma de pensamento que me parece alienígena, de outro mundo, aparece as vezes entre meus leitores da seguinte maneira:

Eu e minha esposa somos ambos professores. Nosso salário combinado é de R$ __. Dentro de aproximadamente cinco anos, com os aumentos programados, deveremos estar ganhando R$ __. Baseado nisso, poderemos adquirir ____, mas não conseguiríamos adquirir ____.

Então a ideia básica é que a renda mensal deste casal é fixa e previsível. Não depende deles. A renda da família é determinada pelo sistema em que se encontram.

Ok, esta é uma mentalidade alienígena para mim. Me parece que as pessoas conseguem se prender a esta ideia e não conseguem se desvencilhar dela.

Aqui está o que eu na verdade escuto quando falam isso:

Eu e minha esposa escolhemos empregos dentro de um sistema que paga salários fixos, com aumentos modestos, mas previsíveis ao longo do tempo. Nós fingimos não termos outras opções para ganhar mais dinheiro, de maneira a poder ter a experiência de ganhar um valor fixo por um tempo e ver como é isso. E também fingimos que não temos como adquirir nada que estes dois fluxos de renda não cubram, para que possamos experimentar essa forma de escassez também.

Lembre que este casal escolheu se envolver com este sistema, escolher trabalhar por um salário fixo. Mesmo tendo escolhido isso, eles ainda possuem uma ampla gama de opções disponíveis. A renda deles não é realmente fixa – eles simplesmente escolheram ter a experiência de uma renda fixa limitada. Para manter essa situação, eles precisam deliberadamente ignorar ou dispensar outras oportunidades de geração de renda, que surgem por todo lado.

Como eles desligam todas essas outras oportunidades? Como eles evitam a tentação de criar novas fontes de renda paralelas? É difícil!

Deve haver uma disciplina tremenda em se segurar e evitar que suas rendas aumentem. Quero dizer… como eles evitam acidentalmente ganhar dinheiro de outra maneira qualquer?

E se um deles se inspirar por alguma ideia geradora de renda, e eles forem tentados a agir sobre isso? Como eles impedem a si mesmos?

O que acontece se são seduzidos por algum novo item que desejem comprar, mas não está em seu orçamento? Como eles evitam ganhar mais dinheiro para cobrir este gasto? Como eles fazem para fingir que não querem aquilo ou para se contentar com menos do que realmente querem?

Eu fico realmente impressionado com pessoas que conseguem deliberadamente limitar seus ganhos, especialmente se conseguem manter isso por anos a fio. A maioria das pessoas com que me relaciono geralmente são bem ruins nisso. Estão sempre sucumbindo à tentação de ganhar dinheiro extra. Se eles tentarem se limitar a ganhar um salário de professor, não sei se conseguiriam. Eles simplesmente não possuem tal disciplina ou determinação.

Eu tentei ter um emprego com salário fixo, lá atrás, quando comecei a trabalhar. Não durou seis meses… Não consegui! Não faço a menor ideia de como algumas pessoas conseguem fazer isso ano após ano – e fazem parecer simples. A disciplina deles deve ser enorme!

Autor: Fabricio S. Peruzzo

Papai investidor, marido, polímata, empreendedor, curioso. Tranquilidade financeira é qualidade de vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s