Quarta aplicação, mudança de planos

Hoje fiz minha quarta aplicação e uma total mudança de planos…

Tirei todo o dinheiro que havia aplicado no Banrisul e no Itaú dos fundos de RF.

Fiz um novo cálculo… Se quando tivesse me formado (aos 23 anos) começasse a depositar R$ 200 por mês em um fundo que rendesse 1% ao mês, depois de 7 anos teria depositado R$ 16.800. Mas teria no total R$ 26.395,80 devido ao rendimento dos juros compostos. Se com 30 anos passasse a depositar R$ 500 por mês nesta aplicação, durante mais 3 anos (para chegar aos 33 que tenho atualmente), teria depositado mais R$ 18.000. Meu saldo final na aplicação seria então de R$ 59.520,11 com a mágica dos juros compostos.

Ou seja, se tivesse feito aquelas aplicações que os livros sobre independência financeira falam, teria hoje aproximadamente R$ 60.000. Coloquei esse valor inicial em uma planilha e calculei o seguinte:

Para chegar ao R$ 1.000.000,00 até os meus 45 anos (faltam 12), começando com R$ 60.000, em uma aplicação que renda 1% ao mês, preciso aplicar R$ 2.500,00 mensais pelos próximos 7 anos, podendo diminuir para R$ 2.000,00 mensais nos 5 anos seguintes. Isso me levará ao Milhão.

Meu objetivo imediato então é esse. Fazer sobrar R$ 2.500 mensais pelos próximos 7 anos. E ainda assim, viver com um padrão de vida confortável, trocando de carro a cada 5 anos, tirando férias no inverno pelo menos por uma semana e fazendo uma viagem internacional no mínimo a cada dois anos.

Se falhar algum mês, ou não chegar perto do valor necessário, vou recalculando os valores mensais necessários para chegar no número final.

Por outro lado, se acontecer tudo conforme o planejado e mais algumas coisinhas não totalmente planejadas… Então vou recalcular a rapidez da minha chegada ao milhão. Tenho certeza que com números reais para atingir mensalmente e com a atenção extra criada por esse planejamento, novas oportunidades aparecerão e eu estarei pronto para aproveitar várias delas. Essas oportunidades futuras é que serão minha “pista de alta velocidade”.

Fiquem a vontade para enviar suas atualizações de posição dos investimentos e seus próprios planos de atingir o Milhão.

Meu Projeto Milhão original, que é paralelo e independente dos meus outros investimentos, continua aqui. Só que agora, o começo do zero foi “artificialmente” adiantado em 10 anos. Um dos motivos é para mostrar de forma imediata que com 7 anos de R$ 200 de economia mensal, mais 3 anos de R$ 500 de economia mensal, dá para conseguir juntar R$ 60.000.

O motivo real de eu ter cancelado aquelas aplicações pequenas e aos pouquinhos é que esses fundos cobram taxas de administração exageradamente altas. Já tive que conviver com elas quando meus investimentos eram poucas centenas de reais. Não tem sentido continuar fazendo isso.

Para vocês terem uma idéia dos valores de taxas que estou falando, são 4,5% ao ano no caso do Banrisul e do Itaú, para valores de aplicação menor que R$ 10.000. E baixa muito pouco para valores menores que R$ 100.000.

Já no Citibank, com R$ 10.000 aplicados, a taxa é de apenas 1,5% ao ano. E com R$ 25.000, cai para míseros 0,99% ao ano.

Vamos em frente. A estratégia atual, com a bolsa nos níveis em que está, passando de 41.000 pontos, é aplicar em fundos de renda fixa, ganhando com cada queda da taxa de juros. Estou fora da bolsa até que ela caia a níveis mais realistas. Meu negócio é ganhar com consistência e sem precisar ficar o dia todo de olho nas cotações.

Autor: Fabricio S. Peruzzo

Pai, marido, polímata, empreendedor serial, curioso.

16 comentários em “Quarta aplicação, mudança de planos”

  1. Fabricio,
    parabens pelo site e pelos artigos….

    Uma duvida. Voce nao aplica em Fundos de Acoes? Porque?
    Por exemplo, o Fundo BB Dividendos, do BB. É um otimo fundo…

    Abraço,
    Eduardo

    Curtir

  2. Oi Eduardo,

    Eu aplico em fundos de ações. Apenas acho que agora não é o momento de entrar neste mercado. Por mais que alguns autores digam que HOJE é o melhor dia para entrar no mercado de ações, eu acredito que a bolsa esteja supervalorizada. E com isso, uma entrada agora no mercado envolve um risco muito grande de queda.

    Mas é apenas minha opinião pessoal, não uma sugestão de investimento. Acredito que a bolsa ainda tenha fôlego para subir mais um pouco. Apenas não tenho a ganância de tentar ganhar este mais um pouco correndo o risco de uma grande perda.

    Curtir

  3. Olá Fabrício e demais amigos, estou de volta após muito tempo de ausência do site. A minha caminhada ao 1.000.000 começou oficialmente no dia 01/01/2005 e tem projeção para durar 10 anos. Antes disso, 2003/2004, dediquei-me a definir a estratégia e aprender o que fosse necessário para atingi-la. Como optei pelo mercado financeiro (prioritariamente) devido a minha disponibilidade diária e apetite para o risco, fiz cursos sobre ações e li tudo que podia sobre o assunto. Durante estes dois anos também fui colocando o fluxo de caixa em dia e poupando/acumulando o que podia e estas sobras fui colocando no Fundo Super do Banrisul. Há dois meses começei a investir no Fundo Invest Plus do SICREDI que tem uma taxa de adm de 1%. Este fundo está rendendo líquido em torno de 30% mais que o Super do Banrisul (verificado nos saldos diários). A parte ruim é que o movimento mínimo é de R$500, então faço uma aplicação a cada 60 dias.
    Tenho também uma carta de consórcio desde aquela época. Ah! os trades das ações estão indo bem. Agora estou empenhado em definir as características da carteira para longo prazo, já que até o momento os meus conhecimentos foram direcionados para a especulação e com os seus altos riscos. Ufa! acho que era isto por enquanto. Abraço.

    Curtir

  4. Olá Fabrício..

    Tenho a impressão de que você está sendo um tanto pessimista em relação à bolsa de valores.
    Tudo bem que a tendência é que haja uma crescente desvalorização nos próximos meses mas, a longo prazo (e aqui estamos falando de muito tempo – para você, 12 anos), é muito pouco provável que saia perdendo. Tenho 30 anos (um pouco mais novo que você) e comecei a corrida do milhão oficialmente esse mês com 50% dos investimentos na bolsa. Vou mudando a estratégia conforme o andar da carruagem mas acho que a nossa idade ainda permite um pouco mais de risco. E não precisa ficar de olho diariamente nas cotações: põe lá e esquece. Deixa uma boa corretora cuidar da tua carteira mesmo cobrando uma taxa de corretagem que pode chegar a 3-4% aa. Será que é pensamento de iniciante?? Parabéns pelo site e pelas discussões.
    Grande abraço,

    Halisson
    Porto Alegre – RS

    Curtir

  5. Halisson,

    Não há pessimismo em relação à bolsa de valores. acredito exatamente no que disseste, de que a longo prazo todas as projeções levem ao lucro. Existem inclusive alguns estudos que mostram que grande parte dos lucros no longo prazo se dão em períodos muito curtos de tempo durante o prazo total do investimento. Sei que estou correndo o risco de perder justamente um desses momentos.

    A estratégia de aplicar e esquecer é a que mais me atrai. Não tenho a intenção de me tornar um trader, desses que ficam na frente das cotações tentando bater o mercado. A tentação é grande, mas não é o que eu escolheria como profissão.

    Já para aplicar e esquecer, como escrevi em algum outro artigo, minha estratégia é escolher algumas poucas ações fortes, pagadoras de bons dividendos, e deixar a valorização delas como um bônus extra que no mínimo vá corrigindo o valor delas no tempo. Nesse caso, prefiro comprar as ações diretamente através de uma corretora. Não só não tenho porque pagar taxa de administração de um fundo, como também não existe um fundo com as ações que eu escolheria pessoalmente.

    Acredito ainda que existam alguns fundos setoriais que são bastante interessantes. Fundos de energia, de telefonia, de metalurgia… Acho esses fundos uma forma prática de investir em um setor em que se acredita.

    No mais, continua firme na tua trajetória. Teu “pensamento de iniciante” é exatamente o tipo de pensamento que tornou ricas muitas pessoas de classe média. Estás no caminho certo, é a forma mais simples e mais certa de ganhar no longo prazo. Parabéns por ter essa visão de longo alcance. A maioria das pessoas da nossa idade, prefere o jogo de “tentar bater o mercado”, mesmo sem ter o conhecimento para isso. E falando em conhecimento, mesmo os especialistas em investimentos não conseguem bater o mercado no longo prazo. Então, pra que perder tempo.

    Abraço,
    Fabricio.

    Curtir

  6. Olá, Alwo, Halisson e Fabricio e demais leitores!

    Que bom que nosso assunto rendeu… obrigado pelos comentarios de voces.

    Bem, todo mundo fala da corrida pelo 1 milhao.
    Sou mais modesto. Tenho 29 anos, e pretendo me aposentar aos 35. Pode ser ingenuidade minha. Mas hoje ganho em torno de R$ 4.000,00 brutos, menos 1.000,00 de custos diretos ao meu trabalho (impostos, transp., alim.) me sobram +/- 3.000,00. Destes, poupo mensalmente 1.000,00. Outros 2.000,00 bancam meu custo de vida, lazer, etc.. (sou solteiro, sem filhos, já graduado, e nao tenho dividas ou outros gastos maiores)

    Ou seja, vivo bem, com uma qualidade de vida boa, modesta, sem luxos, mas bem, com 2.000,00.

    Hoje tenho em aplicacoes modestos 74.000,00, sendo que 30% em fundos de acoes, e outros 70% em fundo DI.

    Ao atingir a minha meta inicial de 200.000,00 ou 250.000,00 aproximadamente, vou conseguir uma renda suficiente para manter meu padrao de vida atual sem precisar trabalhar… ou seja, terei teoricamente os mesmos 2.000,00 mensais para gastar, sem precisar vender minhas horas para a empresa em que trabalho.

    Acabei me estendendo neste comentario, mas a questao é: estou equivocado nos meus planos?

    Grande abraço,
    Eduardo.

    Curtir

  7. Oi Eduardo,

    O que tu escreveste tem tudo o ver com o assunto do meu artigo Independência Financeira para Pessoas Comuns.

    Neste artigo (título do meu futuro livro) eu explico que a independência financeira é diferente para cada um. Alguns precisam de R$ 500 por mês para manter seu padrão de vida atual. Outros precisam de R$ 5000. Acredito que irás gostar bastante do artigo.

    Uma regra básica de quanto irás precisar para se “aposentar”, é calcular 20 vezes o teu custo anual. No teu caso, que precisas de R$ 24.000 ao ano, este valor é R$ 480.000. Bem mais que os 200.000 que estimaste. O que acontece é que para viver com o rendimento de 200.000, tens que ter 1% de rendimento ao mês, acima da inflação. Esse rendimento pode ser obtido hoje, com os juros altos do jeito que estão. Mas isso não deve se manter por toda vida. Tens que planejar algo que dure realmente toda a vida.

    O livro Você Milionário esplica isso em maiores detalhes. Aconselho a leitura.

    Curtir

  8. Obrigado pelas dicas, Fabricio.

    Como diria a tradicional frase: “Tempo é dinheiro”. Quando se trata de tempo, parece que nos “jovens” tempos mais anciedade, e menos paciencia.

    Aos 20 anos, se me dissesem para economizar e gozar destas economias aos 35, eu acharia um lapso temporal enorme, e nao teria paciencia.

    Hoje, aos 29, vejo os 35 anos mais proximos e minha paciencia é maior… Ao mesmo tempo que vejo os 45 anos mais distantes, e me atormentaria a espera até tal data…

    Ai vem o pensamento “Se tivesse comecado mais cedo…”

    Mas parece que essa é uma cina comum a maioria das pessoas. Somente errando é que se aprende. É mais barato e menos penoso aprender lendo, estudando, observando os ensinamentos dos mais velhos, aprendendo com os erros dos outros…

    Voce me alerta para as falhas no meu plano. Ou seja, com 250.000,00 hoje, teria renda de juros suficiente para deixar meu emprego. Mas isso talvez nao seja suficiente no futuro. Ou seja, seria necessario praticamente o dobro (500mil), para que houvesse seguranca.

    Pelas minhas contas, com 33 anos talvez conseguisse os 250mil, e, pela magica dos juros compostos e por boas e controladas investidas no mercado de acoes, chegaria aos 500mil aos 37 anos.

    Bem, tomara que minhas contas estajam com uma margem de erro pequena, e que eu consiga chegar lá… vou procurar exercer a habiliade mais dificil – a paciencia. Alias, este talvez seja um bom tema para suas escritas. A paciencia.

    Grande abraço mais uma vez!
    Eduardo
    Belo Horizonte – MG

    Curtir

  9. Caro Fabrício,

    Fico muito feliz em retomar o contato com você e perceber que, depois desses anos todos, você tem evoluído bastante e continua com essa bonita filosofia de compartilhar seus conhecimentos e experiências.
    Parabéns!!

    Um abraço

    Leandro Vieira
    Porto Alegre-RS

    Curtir

  10. Boa Tarde, deixa eu entender.. da onde você vai tirar R$ 2.500,00 pra depositart todos mÊs durante 7 anos ?

    Curtir

  11. Oi Fernando,

    Eu não disse que ia ter R$ 2.500 para depositar todos os meses. Disse que essa era a quantia necessária para atingir o resultado que projetei.

    De toda forma, juntar R$ 2.500 por mês não é problema. Basta ganhar mais que isso e viver com a diferença. Ou fazer trabalhos extras que gerem esse resultado mensal, ou vender coisas que gerem essa comissão, ou ter participação em uma empresa que gere esse retorno… Ou criar uma empresa que gere esse retorno.

    Enfim, temos que saber o que queremos antes, para depois pensar em como obter. Se eu sei que preciso de R$ 500 por mês, vou procurar formas de conseguir isto. Se eu sei que preciso de R$ 2.500, vou procurar outro tipo de coisa.

    Resumindo: cada um tem suas formas. A minha é através das minhas empresas. Para quem não é empreendedor, a minha forma pode não ser a mais adequada.

    Abraço,
    Fabricio.

    Curtir

  12. Olá Fabrício, venho estudando bastante sobre o assunto de como juntar R$ 1.000.000,00. Confesso que também comecei este projeto, porém não esta sendo fácil, não estou conseguindo manter a regularidade nas aplicações por erro cometido no passado e antes de conhecer sobre o assunto. A 3 anos fiz um consórcio rodobens 120 meses com a intensão de poupar, hoje sincerramnete acho que errei, pois vejo que se eu tivesse feito uma aplicação qualquer a 1% os rendimentos seriam muito melhores. A carta hj vale aproximadamente R$ 32.000, pago R$ 353 por mês, se eu coloca-se esse dinheiro a juros a 1% ao mês e descontase a inflação de 0,5% ao mes eu teria aproximadamente em 120 meses R$ 57.775 de capital que me renderiam R$ 287,00 por mês, enfim acho que não foi um bom negóscio que fiz ( gostaria da sua opinião sobre isto ). Confesso que fui muito gastador e coloquei muito dinheiro em coisas que não me rederam nada, e estou postando este comentário para os colegas que estão iniciando a busca da independência financeira, antes de iniciar um investimento estude bem sobre ele e nunca coloque todos os ovos em um ninho só.
    Recentemente, tive a oportunidade de ir aos bancos negociar sobre um outro investimento, (agora ja mais bem informado e maduro), e percebi o seguinte quanto maoir for a quantidade a ser investida, maiores os juros oferecidos pelos bancos, então outra deixa para os colegas que querem investir um fundos de investimentos, vá aos bancos e negocie a sua rentabilidade, de uma maneira geral, quanto menor o banco maior os juros oferecidos ( tome cuidado, estude sobre essas entidades- veja o caso do Bco Santos em SP)eu consegui por exemplo um que iria me pagar 106% o valor da Celic que na época era 17,5%, geralmente bancos ávidos por dinheiro pagam mais. Entidades sólidas como BB, Bradesco, Itaú, Banrisul, etc pagam geralmenteos mesmos pontos percentuais, varia muito pouco, mas vale a pena pesquisar. Vi em comentários acima citados pelos colegas que encontraram bons investimentos no Citibank e Sicred que são bancos menores em relação aos mais populares. Tenho acompanhado o banco Santander que é uma intituição que esta em faze de consolidação no país e tem oferecido aos investidores bons rendimentos em fundos e CDbs. Presados colegas lembrem disso para a conquista do R$ 1.000.000,00.

    Curtir

  13. OLa! Parabens pelo bolg, muito bom.
    Excelente para trocar conhecimentos e ideias e assim ambos , os participantes , alcançarem o seu objetivo.
    Bem comecei a corrida pelo milhao a um mes atras, ja tenho R$ 2.000 acumulado na minha poupança e pela previsão conseguirei atingir 13.000 em fevereiro. Eu consegui isso e conseguirei tambem atraves do meu trabalho. Estou fazendo uma contenção de gastos e consigo viver bem com 400 reais ao mes. Quero saber se alguem pode me dar algum dica onde colocar esse dinheiro , enfim em qual banco a rentabilidade é melhor e as taxas sao minimas.

    Abraços.

    Curtir

  14. Boa tarde!
    Parabens pelo site.
    Bem a um mes atras comecei minha corrida pelo milhao. neste exato momento estou com 2 mil reais em poupança. Se der tudo certo em fevereiro terei 13 mil reais. Como consigo? O meu trabalho. Estou poupando, contento os gastos. E com isso consegui viver bem por um mes com 400 reais.
    Bem gente peço informação onde posso investir esses 2 mil e depois ir agregando mais valores a essa aplicação. Queria saber qual o melhor banco, onde encontrar taxas minimas e uma rentabilidade boa.
    Agradeço.
    hermes-Porto alegre

    Curtir

  15. Caros,
    Você chegou a considerar colocar o dinheiro em um bom clube de investimento. Dependendo do clube, a taxa de administração é menor e os ganhos podem ser altos. Cabe aqui você escolher um bom clube e uma boa corretora.
    bom artigo,
    Marcos Teles

    Curtir

  16. Ola para todos.

    Com estes artigos vejo o quanto é grande o interesse das pessoas em ganhar o primeiro milhão, a minha opnião não é diferente de vocês, mas aho qu vou conseguir me aposentar maiscedo do que vocês :D. tenho 22 Anos, aos 16 comecei a trabalhar sou formado e aos 21 anso montei minha empresa Uma Lan House, que a partir deste mês o nono mês, ja estrá me dando um retorno liquido de 2,000.00 sem eu precisar estar la para fazer algo, trabalho hoje Numa multinacional, que me rende dividendo no valor de 3.000,00 bruto, tenho gastos mensais que não passam dos 1.000,00 todo mês, então a partir de agora eu terei 4.000,00 tod mês para investir no que eu quiser e de acordo com minhas contas minha empresa só tende a valorizar, e terá ganhos de de até 5.000,00 liquidos, insto é renda da empresa 5.000,00 mais 2.000,00 do liquido do salario 7.000,00 tiro mil para, coisas qeu preciso fazer diversão, viagem e outros, fico com 6.000,00 para investimento, se eu colocar na poupança e mais ou menos 12 anos terei o primeiro milhão, se eu investir em renda fixa usn 8 anos.

    Parabéns a todos e espero que todas possam atingir suas metas.

    Bruno Souza.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.