Projeto Milhão!

Hoje começou o Projeto Milhão.

A revista Você SA de dezembro de 2005, mês passado, tinha como reportagem de capa o objetivo de juntar 1 milhão de reais em apenas 10 anos. A revista indicava 3 possíveis caminhos, dois deles de 10 anos e um que levaria 35 anos para atingir o primeiro milhão.

A primeira estratégia consistia em aplicar R$ 1.000 por mês em uma carteira de ações formada por papéis da Petrobras, Companhia Vale do Rio Doce e bancos como Bradesco, Itaú e Unibanco. É uma estratégia para quem suporta o risco e previa uma rentabilidade média de 2,86% ao mês, já descontados impostos, taxas e inflação.

Para quem pode guardar uma quantia maior mas não gostaria de arriscar tanto, foi montada uma estratégia de investimento de R$ 2.500 mensais, sendo 80% em fundo de renda fixa e 20% em fundo de ações Ibovespa Ativo (aplicação que busca rentabilidade acima da variação dos papéias mais negociados na Bolsa de Valores de São Paulo). Ou ainda o investimento de 100% do valor em um fundo balanceado arrojado, composto por até 25% de ações e e o restante em renda fixa. A rentabilidade prevista para este investimento era de 1,75% ao mês, líquidos.

A última estratégia apresentada era voltada para quem tem pouca sobra mensal. Consistia em um investimento de R$ 150 aplicados em fundo de renda fixa (60%) e fundo de ações (40%). Ou de 100% aplicados em um fundo balanceado arrojado. Previa uma rentabilidade de 1% ao mês, também já descontados impostos, taxas e inflação.

Para aumentar os ganhos, o consultor Gustavo Cerbasi, autor dos livros Dinheiro: Os Segredos de Quem Tem e Casais Inteligentes Enriquecem Juntos, dava as seguintes dicas:

– Fazer investimentos extras na carteira de ações após crises e fortes quedas no Índice Bovespa.

– Cultuar a frieza em relação ao desempenho das ações, não pensando em vendê-las durante crises políticas e econômicas.

– A cada três ou quatro meses, substituir uma das ações da carteira por outra de recomendação mais forte, ou seja, que tenha tendência de alta.

– Nas compras de ações, seguir sempre as recomendações das grandes corretoras.

– Estudar muito sobre investimentos e acompanhar o noticiário sobre as empresas cujas ações fazem parte do seu investimento.

Em uma das listas de discussão de que participo, uma participante, a Renata, fez um relato que para mim fez todo o sentido. Seguem as palavras dela:

E quanto aos livros que na minha opinião se tornam repetitivos, quis mais uma vez dizer que vários autores nos ensinam técnicas matemáticas de como acumular dinheiro e dicas teóricas.

Nunca vi um livro sequer onde a pessoa contava quanto tinha investido (não é apenas dizer: investi 70% da minha renda). É dizer o QUANTO! Dar dicas desse tipo é válido mas em que contexto se encaixam???

Nunca vi sequer um relato de pessoas dizendo o quanto SOFRERAM, deixando de gastar dinheiro com coisas que nos fazem bem, nunca vi um livro sequer contanto o lado psicológico da coisa.

Será normal passar 10 anos de sua vida vivendo com 30% de sua renda? O que acontece? Como se come? Como se veste? E se diverte?

Como você passa a sua vida nesse periodo? Feliz e satisfeito vendo sua grana crescer lentamente na conta bancária ou vive amargos dias de tédio sem poder se dar o luxo de ter momentos de prazer?

Ninguém nos diz o quanto foi difícil. E é isso que eu espero ler. Um relato de tudo que se abdicou para poder viver com 30% da renda. Como superar tudo isso, que alegrias voce vai ter de retorno depois. Essas coisas…

Todos podem chegar ao 1 milhão. Mas qual o preço pago? Contem-me histórias merecedoras de crédito e não como ser filhinho de papai e juntar seu primeiro milhão, porque isso sim, é mais que possível, é o previsível.

Então como tudo me pareceu lógico, coerente e de grande interesse, o Projeto Milhão simplesmente é o acompanhamento de uma parte dos meus investimentos com o objetivo de atingir um milhão de reais no menor prazo possível.

Durante esta viagem do milhão irei relatar cada investimento que fizer com esse objetivo, dizendo de onde veio o dinheiro sendo aplicado. Cada troca de aplicação vai estar documentada aqui. Podem esperar para ver o Índice Bovespa despencando em algum momento e o dinheiro migrando de um fundo de renda fixa para o investimento na Bolsa. Verão os investimentos criativos que existem e como eles farão crescer o dinheiro aplicado. Conhecerão algumas novas empresas e descobrirão o quanto de retorno elas darão sobre esse investimento. Talvez daqui a algum tempo vejam até mesmo a foto de algum prédio ou casa no caso de algum investimento imobiliário.

A viagem começa hoje. Mas como já passou das 21 horas e não posso mais fazer a aplicação inicial, o dinheiro só começa a girar amanhã.

PS: Este projeto visa o benefício de todos. Está aberto para quem quiser participar. Caso gente suficiente demonstre interesse, posso criar um sistema simples de acompanhamento dos investimentos de cada um dos participantes. Para indicar seu interesse, basta entrar em contato.

Autor: Fabricio S. Peruzzo

Pai, marido, polímata, empreendedor serial, curioso.

14 comentários em “Projeto Milhão!”

  1. Comecei recentemente meu projeto milhão também, Atualmente estou aproveitando a euforia da bolsa e estou investindo em fundo de ações de empresas que pagam dividendos e também nos fundos da Petrobrás. Como comecei recentemente, estou com uns R$: 2.400,00 aplicados, mas meu projeto é fazer mensalmente depósitos de R$: 500,00.
    Se tudo continuar bem, daqui alguns meses quero começar um negócio próprio sem sair do emprego atual, e os recursos deste novo negócio farão parte do meu fundo milhão também.
    Fiz meu projeto com base nos livros do Pai Rico e também do consultor Gustavo Cerbasi. Estou animado e creio que não vou demorar a chegar lá.

    Curtir

  2. Mais uma vez dou-lhe os parabens Fabricio, sei que este não é o forum indicado para os elogios, mas não posso deixar de render a justa e perfeita homenagem merecida.

    Curtir

  3. tenho 24 anos e comecei a investir esse ano após essa crise , tenho 4000 aplicados e vou colocar todo mes no minimo 150.. após um ano acabando esse meu estágio meu objetivo e colocar 2000 todo mes nessa mesma carteira e chegar ao primeiro milhão em 7 anos..livros lidos: pai rico e pai pobre, casais inteligentes enriquecem juntos, aprendendo a investir na bolsa.

    Curtir

    1. Pessoalmente continuo firme no meu plano de investir em consórcios. Fiz um comparativo entre tudo o que investi nos consórcios desde 2002, quando comecei. O resultado foi animador: mesmo comparando com a época de maior subida da bolsa, ainda assim ganhei mais rendimentos investindo nos consórcios do que se tivesse colocado os mesmos valores em um fundo índice da Bovespa. E com uma segurança absurdamente maior, no caso dos consórcios.

      Como eu sempre digo, em time que está ganhando não se mexe.

      Querendo saber mais, publiquei um site novo explicando tudo passo a passo: http://www.investimentoemconsorcio.com.br

      Curtir

  4. Bem pessoal..
    Como muitos aqui tambem iniciei meu projeto milhão.. Já tenho um plano de previdencia PGBL em que aplico 400,00 mensalmente descontado do contra-cheque.. Inicio essa semana as aplicaçoes mensais de 700 reais em fundo de acoes ( ainda em estudo com meu gerente de banco, talvez a IBOVESPA ou a VALE mesmo) e em fevereiro entro num clube de investimentos no qual aplicarei 500,00 mensalmente ( fora 20.000 de capital inicial, que pedirei a meu pai emprestado!! rsrs).. Tenho 25 anos e espero chegar ao objetivo em 10 anos.. ( talvez chegue antes.. espero! rs). Como dito antes, o detalhe é que irei abdicar de algumas tentaçoes como comprar apartamento caro e carros muito desejados.. Para isso abrirei uma conta investimento paralela com aplicaçoes de 500,00 em outro fundo de ações ( eu e ela) com minha namorada para a o casamento + Apartamento daqui a uns 4 anos.. Estou no caminho certo??? Livros lidos : Investimentos inteligente + casais inteligentes enriquecem juntos , de Gustavo Cerbasi

    Curtir

    1. Oi Pedro,

      A sugestão que eu teria é que aumente consideravelmente a quantidade de livros lidos sobre o assunto. E concentre tuas energias em atividades que te tragam mais dinheiro todos os meses. Onde investir o dinheiro para ter a maior rentabilidade só faz sentido depois de ter aprendido a gerar um bom fluxo mensal de dinheiro antes. Toda a energia dispensada tentando obter melhores rendimentos é perda de tempo se não tens o fluxo mensal para direcionar para estas oportunidades.

      Abraço.

      Curtir

  5. Fabricio,
    Estou focado em aprender mais e mais sobre o assunto sim..
    Acredito que tenha começado com o basico! um capital maior para direcionar os investimentos seria ideal.. N entendi o que quis dizer com “não ter fluxo mensal para direcionar para as oportunidades”.

    Curtir

    1. Oi Pedro,

      A questão é justamente essa, “começar com o básico”. O básico é aprender a ganhar mais, antes de perder tempo diversificando os investimentos em um monte de pedaços. E pior, tu estás dividindo teus investimentos em um monte de pedaços iguais!!! Teu dinheiro está picado em diversos fundos de ações, não importa o nome que eles possuem, fundo, clube, etc. Fazendo isso, tu não consegue nem ao menos aproveitar as menores taxas que teria se investisse um bolo maior em um só fundo, além de ter uma diversificação que não te protege de nada, porque não é diversificação.

      Há ainda o problema de não teres nenhuma reserva com liquidez imediata em um fundo menos volátil, como uma poupança ou renda fixa. E teu plano de casamento de curto prazo, dependendo de um fundo de ações que poderá ter subido ou despencado neste período tão curto, sem teu controle.

      Enfim, dedica teu tempo a aprender formas de fazer teus rendimentos mensais aumentarem, não com teus investimentos, mas com teu trabalho. Aprende a ganhar mais neste momento da tua vida e não perde tempo tentando obter rendimentos um pouco maiores, porque a primeira habilidade te levará naturalmente, ao longo do tempo, a adquirir a segunda.

      Abraço.

      Curtir

  6. Ola Fabricio…

    Gostaria de uma ideia inicial, pois estou com R$100.000 p/ iniciar meu projeto de 1 milhao, este valor esta em uma aplicação de renda fixa, mas quero migra-lo p/ um clube de ações ou uma corretora, etc… Este é o caminho??? Literaturas lidas: pai rico e pai pobre e aprendendo a investir na bolsa.

    Abraços…

    Curtir

  7. Ola Fabricio…
    Tenho uma empresa que presta serviços no ramo da informatica,desejo muito entrar no projeto milhão e aumentar meus impreendimentos!!
    Desejo muito saber como e onde posso aprender a investir meu dinheiro?
    quais são as primeiras coisas que devo saber para começar a investir ou aprender a respeito?
    no mais, muito obrigado,aguardo resposta…

    Curtir

  8. Caro Fabrício, possuo 100.000,00 aplicados em poupança. Consigo atualmente poupar/aplicar 5.000,00 por mês. Qual seria a melhor e mais confiável maneira de chegar no um milhão a médio prazo sem correr muitos riscos. Possuo conta no Itaú e Santander e nenhuma experiência com ações e/ou investimentos. Aguardo resposta

    Curtir

Os comentários estão encerrados.