Olho maior que a barriga

April 4, 2007 - My first bento box!

As vezes somos sacaneados pela programação mental a que fomos submetidos na infância. Não que eu ache que nossos pais tenham algum tipo de culpa, pelo contrário, acredito que os pais tentam nos ensinar a sermos melhores, mas as vezes o tiro sai pela culatra.

Sabe aqueles momentos em que nos servimos mais do que devíamos? É desses momentos que quero falar. O que você faz ao se dar conta de que o prato está mais cheio do que deveria? Come tudo ou deixa comida no prato? Ao ler esta frase, já se lembrou do pai ou da mãe dizendo algo como “come tudo ou não ganhará sobremesa” ou então “não joga comida fora, tanta gente passando fome, é pecado”?

Desperdiçar comida não é legal, mas ao notar que nos servimos demais, o melhor é tentar lembrar deste momento na próxima refeição, não empurrar a comida goela abaixo como uma punição por termos nos servido tanto e estarmos privando alguém daquela comida.

Então, na próxima vez que for se servir, lembre-se deste texto e pegue uma porção um pouco menor. E se por acaso pegar mais do que deveria, lembre-se sempre da seguinte frase:

“Melhor no lixo, do que na minha cintura”.

Boa refeição!