Você tem a obrigação de enriquecer

Quando nasce um pai, nasce um novo investidor.

Os pais de primeira viagem costumam falar da experiência do nascimento de seus filhos como algo surreal, tão mágico e de emoções tão intensas, que é impossível de explicar com palavras. É preciso viver a experiência para poder compreender. Escrevi sobre isso em meu blog pessoal, logo após o nascimento da minha filha, com o título de Clube secreto.

O que a maioria não fala, mas no entanto sente profundamente, é que no exato instante em que se tornam pais, se tornam investidores mais conscientes. Aquele novo pai quer o melhor para seu bebê, e isto inclui os melhores brinquedos educativos, a melhor escola, o melhor bairro para morar, os melhores livros, a festa de quinze anos, a melhor faculdade, um carro quando passar no vestibular, um apartamento para quando sair de casa… Quem não teve isso tudo sonha em dar ao filho tudo que gostaria de ter tido. Quem teve tudo isso, no mínimo imagina poder proporcionar as mesmas facilidades aos seus filhos, sabendo o quanto isso o ajudou no início da vida adulta.

Pais inteligentes enriquecem a si mesmos para que seus filhos não precisem sustentá-los na velhice. Pais inteligentes enriquecem seus filhos para que estes iniciem a vida adulta a partir de degraus mais altos, que lhes darão mais visão e permitirão melhores escolhas. E enriquecer aqui, não quer dizer ser multimilionário com carros, casas em todos os cantos do planeta e luxos tais. Enriquecer significa ter o suficiente para viver bem no presente e conquistar a tranquilidade financeira para o futuro, significa viver plenamente e ao máximo ao longo de toda a vida. Significa trabalhar para ganhar dinheiro, mas sem precisar trabalhar tanto que não sobre tempo para curtir seus filhos. Enriquecer é conquistar uma vida plena, e cada um sabe o que isso implica para si.

E então, o que é necessário para conquistar tudo isso? Bons hábitos financeiros. Práticas que podem ser aprendidas e interiorizadas, e quando aplicadas geram resultados reais ao longo do tempo. Pense naquela poupança regular que você imaginou formar para seu filho usufruir quando completasse 18 anos, na conta no banco que você até chegou a abrir, mas para a qual todo mês você esquece de depositar, afinal, são tantas as obrigações no dia a dia, que quando você se dá conta já se passaram dois, três, talvez quatro anos sem um mísero trocado depositado lá.

Concluo então este texto com apenas um hábito financeiro que pode fazer toda a diferença em sua vida. Acompanhe seus investimentos como compromisso marcado na agenda uma vez por mês. Programe um alarme mensal em seu smartphone, anote em sua agenda de papel. Uma vez por mês, faça o levantamento de quanto possui em cada conta de banco, sua e de seus filhos, em cada investimento particular, em cada corretora em que você tem conta (você ainda não tem conta em nenhuma corretora???) e compare com a situação do mês anterior. Após isso, separe o valor que você definiu que iria investir mensalmente para seu filho e faça a transferência e aplicação desse dinheiro. Faça o mesmo para uma de suas aplicações, lembre-se que o objetivo é enriquecer você e seu filho.

E era isso. Se você separar meia hora por mês para observar como vão seus investimentos e neste momento já efetuar as transferências e aplicações necessárias para suas contas de investimento, seu futuro financeiro já estará garantido. Se você tiver como automatizar estas transferências então, melhor ainda. Mas no início costumo orientar a não automatizar a transferência para que você realmente interiorize o hábito e ele se torne automático dentro de você, sem depender de terceiros como seu banco ou um boleto mensal de investimento.

 

Autor: Fabricio S. Peruzzo

Pai, marido, polímata, empreendedor serial, curioso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s