Dalai Lama em frases

1 “Grande parte do sofrimento é criado por nós mesmos”

2 “Nada garante que no futuro teremos uma vida melhor e mais feliz do que a que vivemos hoje”

3 “O medo é útil quando ele nos deixa alertas”

4 “Transformar nosso coração e mente é compreender como funcionam os pensamentos e as emoções”

5 “Não existe nada absoluto, tudo é relativo. Por isso devemos julgar de acordo com as circunstâncias”

6 “É ilógico esperar sorrisos dos outros se nós mesmos não sorrimos”

7 “Para lidar com o sofrimento é preciso perceber que ele faz parte da nossa vida”

8 “Um inimigo externo não tem como destruir a nossa tranqüilidade de espírito”

9 “Reagir com raiva costuma não dar certo. Sem ódio, agimos de modo mais eficaz”

10 “Tenho certeza de que se eu sorrisse menos teria menos amigos”

11 “A compaixão não é um sentimento que transforma os outros em seres inferiores”

12 “As transformações mentais demoram e não são fáceis. Demandam um esforço constante”

13 “Se você quer transformar o mundo, mexa primeiro em seu interior”

14 “É muito importante que o homem tenha ideais. Sem eles não se vai a parte alguma”

15 “A arte de escutar é como uma luz que dissipa a escuridão da ignorância”

16 “Aprimorar a paciência requer alguém que nos faça mal e nos permita praticar a tolerância”

17 “É triste passar pela vida causando problemas a outras pessoas e ao ambiente”

18 “O maior juiz de seus atos deve ser você mesmo e não a sociedade”

19 “A responsabilidade de todos é o único caminho para a sobrevivência humana”

20 “A opressão nunca conseguiu suprimir nas pessoas o desejo de viver em liberdade”

21 “O apego é cheio de parcialidade. O amor e a compaixão são imparciais”

22 “A vingança não vai reduzir ou prevenir o mal, porque ele já aconteceu”

23 “Uma poderosa ferramenta para nos ajudar a gerir com habilidade a nossa vida é perguntar antes de cada ato se isso nos trará felicidade. Isso vale desde a hora de decidir se vamos ou não usar drogas até se vamos ou não comer aquele terceiro pedaço de torta de chocolate”

Autor: Fabricio S. Peruzzo

Pai, marido, polímata, empreendedor serial, curioso.