Taxa de riqueza do Pai Rico, calcule a sua

Relação Preço / Lucro, Índice de Força relativa, reinvestimento de dividendos, Beta são algum dos termos que encontro com freqüência na seção de economia do jornal. E também com freqüência me encontro pensando que todos estes termos são importantes sim para um investidor; porém eu queria algo melhor, mais simples e direto: um índice para avaliar o dia a dia da minha vida financeira. Não é uma boa idéia?

Feita a introdução acima, o leitor pode imaginar minha reação quando me deparei com o seguinte trecho do livro “Aposentado Jovem e Rico” de Robert Kiyosaki: “Existem definições bem mais básicas e mais importantes (do que as pronunciadas por corretoras de investimentos) que você precisa conhecer se realmente está planejando se aposentar jovem e rico”. Pois bem, uma dessas definições é a Taxa de Riqueza do Pai Rico.

A Taxa de Riqueza do Pai Rico é muito simples: (renda passiva + renda de portfólio) / (despesas totais).

Renda passiva é aquela que você recebe sem trabalhar, por exemplo, a renda de aluguéis. Renda de portfólio é aquela gerada a partir dos seus investimentos, seja renda fixa, ações ou qualquer outro investimento. Resumindo, renda passiva e renda de portfólio são aquelas geradas a partir dos quadrantes D (dono) e I (investidor). Vale lembrar que a renda gerada nos quadrantes E (empregado) e A (autônomo) deve ser considerada como renda ganha e, portanto, não faz parte da Taxa de Riqueza.

Mas para que serve esta tal Taxa de Riqueza? O objetivo de calcular a taxa de riqueza é fazer com que a renda passiva e de portfólio se igualem ou excedam as despesas totais. Quando isso acontecer, você pode, por exemplo, sair do seu emprego (renda ganha) e manter o seu padrão de vida.

Um exemplo: se você ganha por mês 200 reais de renda passiva, 100 reais com seus investimentos e gasta durante o mês 1000 reais. Sua taxa de riqueza é (200 + 100) / (1000) = 0,3. Ou seja, você já começou, sua taxa já saiu do zero, mas você precisa melhorar, precisa alcançar e ultrapassar o “1”.

Kiyosaki conta que o monitoramento da taxa de riqueza mensalmente contribuiu de forma significativa para o seu sucesso financeiro: atualmente sua taxa de riqueza é de aproximadamente 12. Se você está pensando seriamente em se aposentar jovem e rico, torne a taxa de riqueza do pai rico parte da sua vida. Que tal começar hoje mesmo? É muito simples! Qual a sua taxa?

—–
Marcelo Junqueira Angulo
Marcelo Junqueira Angulo é administrador de empresas pela EAESP-FGV. É fã da série de livros “Pai Rico, Pai Pobre”, e criador do site http://www.amigorico.org.

Autor: Fabricio S. Peruzzo

Pai, marido, polímata, empreendedor serial, curioso.