Sobre as cartas de um Papai Milionário

Bom dia, filha amada,

Papai começa escrevendo esta carta, espero que para falar o que já aprendeste na prática, na nossa vida juntos. Vejo estas cartas como um seguro, uma garantia extra de que consiga transmitir tudo o que aprendi sobre dinheiro, investimentos e construção de patrimônio, para que tenhas uma vida plena, sem que o dinheiro precise ser uma preocupação.

Escrevo também como livro de cabeceira onde possas a cada releitura recordar pequenas histórias, extrapolar novos aprendizados e quem sabe, lembrar um pouco deste pai que te ama tanto.

É engraçado escrever certas coisas como se tu tivesses que começar tudo do zero, como se eu não fosse te ajudar ao máximo nos primeiros passos e nas orientações básicas, mas a verdade é que o futuro é incerto, e sendo assim, o melhor é estar sempre preparados. E preparação é, basicamente, conhecimento e vivência. Se conseguir te transmitir tudo que pretendo escrever nas próximas cartas na prática, no dia a dia, é porque consegui viver a boa vida que sempre desejei, te vendo crescer e conquistar teus próprios caminhos. Então, estas cartas passam a assumir um papel ainda mais relevante, que é o de proporcionar ao menos o conhecimento para os jovens que não puderam ter a vivência que tiveste em família.

Dinheiro não é tudo na vida. As coisas vem e vão, mas as pessoas e experiências que nos marcam ficam para sempre na nossa memória. Escrevo sobre dinheiro e investimentos apenas porque é um assunto que domino, algo que já resolvi pessoalmente, mas que assombra muita gente. Se o dinheiro em si não é tão importante, a falta dele sim, causa muita dor e sofrimento. Gostaria de mostrar nestas cartas que com passos simples, de maneira quase automática, é relativamente fácil viver com tranquilidade e ao mesmo tempo formar um patrimônio que possa nos sustentar quando não formos mais tão produtivos, sem depender dos filhos, estado ou caridade, mantendo o mesmo padrão de vida que sempre desfrutamos.

Ao tratar o dinheiro como a ferramenta que é, ficamos livres para fazer o nosso melhor, para escolher os caminhos que façam mais sentido para nossa vida, e não simplesmente o que “pague melhor.”

É isso que o papai deseja, filha. Que possas escolher com o coração, sabendo que assim, o dinheiro nunca vai faltar.

Beijo no coração, desde pai que te ama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *