É impossível…

É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações que punem os ricos pela prosperidade.

Por cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar sem receber. O governo não pode dar para alguém aquilo que não tira de outro alguém. Quando metade da população entende a idéia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação.

É impossível multiplicar riqueza dividindo-a.

Adrian Rogers, em 1931.

5 pensamentos em “É impossível…”

  1. Nunca li um verdade tao verdadeira como esta escrita em 1931 por Adrian Rogers.

    Moro na Inglaterra a 7 anos e tenho visto este pais se desintegrar por causa da imigracao descontrolada
    dos axilados politicos de guerra e pessoas que so querem tirar proveito.
    Todos nos trabalhadores pagamos altos impostos que sao descontado em folha de pagamento., Mas a verba e direcionada para os sem teto os menos favorecidos que sao mais oportunistas que menos favorecidos que trazem familias e mais familias para viver da boa vontade e da generosidade do governo britanico.Na verdade nao poderia generalizar a situacao mas conheco pessoas extremamente oportunistas que vem viver aqui somente para pedir os beneficios do governo, pessoas sadias, que poderiam ser produtivas mas sem nenhuma boa vontade para trabalhar.Existem varios cursos oferecidos gratuitamente mas nao tem nenhum interesse.
    Estamos ainda no inverno e hoje tivemos um dia claro de sol brilhante e eu voltava do trabalho um pouco mais cedo e pude ver milhares de imigrantes no parque na segunda feira sem fazer absolutamente nada enquando os trabalhadores profissionais na area de Bank a maioria ingleses trabalhavam enclausurados nas salas para pagar com altos impostos as contas de todos.

    E muita desigualdade…A metade que tem trabalhado tanto para sustentar a outra metade ja esta entendendo que nao vale mais a pena trabalhar para sustentar a outra metade que nao trabalha….fico triste pela Inglaterra….pois amo este pais

  2. Uma pessoa de 1931 chegou a uma verdade muito cruel. Nossos governantes não ligam para o país e sim para compra de votos mascarada com nome de “Bolsa Família” entre outros.

    O salário mínimo é aproximadamente 500 reais, mas é possível ficar sem trabalhar e receber 800 do governo.

    Voltando ao assunto principal, o fato é os governantes não ligam se o país vá quebrar. O que eles querem é prolongar a mamata deles, a nossas custas.

    Mas existem maneiras de manter um pouco mais do nosso dinheiro fora das mãos do governo. Espero um post seu com algumas idéias sobre isso 🙂

    Abraços

    1. Aron,

      Se leres teu comentário verás que cortei uma frase para evitar incomodação dos “patrulheiros das minorias”, normalmente desocupados que só aparecem para encher o saco de quem está trabalhando para fazer o país crescer.

      Vou pensar em escrever alguma coisa sobre deixar de dar tanto ao governo, mas já adiantando o assunto, uma das coisas que faço é investir na construção de imóveis. Não tenho uma construtora, contrato, porém minha empresa entra como co-incorporadora nas construções, permitindo que o imposto a ser pago seja de 5,83% em vez de 16,33%. Uma diferença bem considerável no final das contas. Quem investe em imóveis na planta e tem empresa, normalmente pode se beneficiar disso com construtoras menores e mais flexíveis, ou se investir em várias unidades de um mesmo empreendimento.

  3. Sabe que me dá uma tristeza tão grande quando eu leio as generalizações como essas que a Sra. Regina Cely escreveu… é o tipo de comentário que eu espero encontrar no Daily Mail (tablóide inglês para o povão) que vive perpetuando os mesmos mitos sobre os estrangeiros. Em vez de ler tablóide sempre dá pra ler alguma publicação de qualidade como esse estudo da School of Social Sciences da Universidade de Manchester:
    http://www.ccsr.ac.uk/research/mrpd/research/EvidenceMyths.html
    que trata de vários mitos em torno do tema.

    Quanto ao problema dos exilados políticos de guerra…em 2002 o governo britânico mudou a legislação, REMOVENDO a possibilidade dos exilados políticos de trabalharem, o que gerou diversos protestos dos próprios exilados e muito debate na sociedade…Sugiro pesquisar um pouco sobre o assunto para se informar melhor e rever seus (pre)conceitos.

Os comentários estão desativados.