Como comprar ações com regularidade

Vou partir da premissa que você já abriu sua conta em uma corretora independente. E que você já sabe como ficar milionário investindo em ações de boas empresas.

Sabendo que para ficar rico você deve investir com regularidade, resta saber como escolher as melhores empresas para comprar, e tendo feito esta escolha, saber como escolher qual ação comprar a cada mês.

Escolher as melhores empresas é simples. Vamos previamente definir que diversificar é bom, pois nos ajuda a minimizar riscos setoriais ou cíclicos. Com isto em vista, devemos focar em adquirir certa variedade de empresas e setores. Cinco a dez ações já são o suficiente para começar.

Vamos pensar um pouco nas coisas que usamos no dia a dia. Bancos, todo mundo tem conta em banco. O meu preferido é o Itaú, o seu pode ser o Bradesco, Banco do Brasil, Santander. Meu pai trabalhava no Banrisul. Escolha um, o que você preferir, bancos sempre são bons negócios.

Todos precisamos de roupas para vestir, qual sua loja preferida? Renner? Riachuelo? Hering? Gosta das sandálias Melissa, da Grendene? Ampliando um pouco, qual sua marca de toalhas preferida? Onde você compra seus lençois e edredons? Santista, MMartan, são nomes que lhe vem a mente? Escolha uma ou duas de que você goste.

Quem casa quer casa. E quem chega a certa idade, mesmo sem casar, também. Para quem gosta do mercado imobiliário, construir para vender sempre é um bom investimento. Mas porque fazer isso por conta própria quando é tão fácil se tornar sócio de uma construtora? Em que prédio você gostaria de morar? Que construtora o construiu? Você já leu alguma notícia ruim sobre esta construtora nos jornais?

Todos queremos ser saudáveis. Exames, remédios eventuais ou de uso regular, vitaminas, cuidar da saúde faz parte do nosso dia a dia. Onde você faz seus exames? Onde compra remédios? Farmácias e laboratórios, industria de medicamentos, pense nas várias alternativas.

Onde você compra os alimentos de todos os dias? Qual seu supermercado preferido? De qual supermercado você gostaria de ser sócio? Você come fora, no shopping? Em que restaurantes?

Quem transporta os alimentos que você consome? Em que estradas você paga pedágio de bom grado, pois elas estão bem pavimentadas e sinalizadas? Quem produz o cartão do seu banco? E os freios do seu carro? Quando viaja, em que locadora você aluga um carro no destino? Qual operadora turística vende as melhores viagens? Amplie seus horizontes, pense nas coisas que você gosta e faz com regularidade, pesquise quem está por trás disso e se esta é uma empresa listada em bolsa.

Se torne sócio de empresas que você admira, pesquisando antes, claro, se são realmente boas empresas, se estão há muitos anos no mercado, se possuem baixo endividamento, se distribuem lucros regulares e crescentes ao longo dos anos… Todas as informações estão disponíveis facilmente hoje em dia, não é preciso ler relatórios complexos, busque as análises simples.

Queria evitar sugerir algo diretamente aqui, tanto porque é importante que você faça sua lição de casa e pesquise um pouco por conta própria, quanto porque as coisas mudam e este artigo deve ficar aqui disponível por muitos anos depois de ter sido escrito. Mas apenas como exemplo, e deixe eu frisar novamente, como exemplo pontual de uma carteira de ações fictícia, vamos fazer um exercício simples para mostrar como escolher as ações.

Banco: Itaú, ITUB4
Comércio: Riachuelo, GUAR4
Construção: Cyrela, CYRE3
Educação: Grupo Kroton, KROT3
Farmacêutica: Hypermarcas, HYPE3

No momento em que escrevo este texto, estão nas seguintes cotações:

ITUB4 R$ 40,03
GUAR4 R$ 65,09
CYRE3 R$ 12,99
KROT3 R$ 13,67
HYPE3 R$ 27,09

O ideal é comprar ações através dos lotes normais de negociação, que são de 100 ações. Isto significa que para comprar um lote de Lojas Riachuelo hoje, precisaríamos de R$ 6509,00. Isto pode tornar o investimento em ações mais difícil se você tiver pouco para investir, então uma das opções é escolher outra empresa do setor, ou então comprar as ações individualmente, tentando formar um lote inteiro ao longo do tempo. No exemplo acima, poderíamos trocar GUAR4 por LREN3 (Lojas Renner), que negocia a R$ 25,55.

LREN3 R$ 25,55

Como comprar as ações?

A pressa é inimiga da perfeição. Lembre de que você está construindo uma carteira de ações de longo prazo, com o objetivo de se tornar sócio de diversas empresas que você admira. Escolha uma delas e compre apenas esta. Não há como diversificar com pouco dinheiro, então compre uma delas e no mês seguinte escolha a próxima, e assim por diante. Isto irá custar mais barato, pois como você paga por cada compra individual de ações, concentrar suas compras do mês em uma só ação irá economizar um bom dinheiro em taxas.

Vamos imaginar que você possuía uma pequena reserva já para este fim, e que junto com o valor mensal que você decidiu investir regularmente é possível comprar um lote de Itaú. Sua carteira de investimentos então começa com R$ 4003,00 em ações de ITUB4.

No mês seguinte, com pouco mais de R$ 1000 para investir e sabendo da importância da educação na vida das pessoas, você compra um lote de Kroton (vamos imaginar que as cotações ficaram fixas para facilitar aqui). Você tem agora a seguinte carteira:

ITUB4 R$ 4003,00 100 ações
KROT3 R$ 1367,00 100 ações

Passam alguns meses e vamos supor que você foi adquirindo lotes de ações mensalmente até ter uma carteira relativamente balanceada. Note que com R$ 1000 por mês para investir, você pode levar uns bons anos para chegar nestes valores. Siga em frente, só há uma forma de acumular patrimônio, investindo regularmente.

ITUB4 R$ 40,03 300 ações R$ 12.009
GUAR4 R$ 65,09 200 ações R$ 13.018
CYRE3 R$ 12,99 900 ações R$ 11.691
KROT3 R$ 13,67 900 ações R$ 12.303
HYPE3 R$ 27,09 400 ações R$ 10.836

Qual ação comprar agora? Simples. Compre sempre a que tiver o menor valor na sua carteira, ou seja, com a posição acima, você compraria mais um lote de HYPE3. Para isso você precisaria de R$ 2709, mas vamos supor que você tenha apenas R$ 1000 para investir mensalmente. Há duas opções: ou você compra menos de um lote, e vai somando os valores ao longo dos meses seguintes para completar o lote de negociação, ou você compra a segunda menor, até chegar ao ponto em que você realmente terá que comprar aquela ação de valor individual mais alto, e, não tendo o valor integral para comprar um lote inteiro, terá que comprar mesmo as ações de forma fracionada. Ou seja, compre o quanto puder, independente de lote integral ou fracionário, da ação que você possui menor valor na carteira.

A lógica por trás da escolha da ação que possuímos menor valor é simples. As ações sobem e descem, variando com os humores do mercado. A cada mês, nossa carteira terá sofrido variações para cima ou para baixo, diferentes para cada ação individual, ou seja, algumas terão subido mais, outras terão caído de valor. Comprando sempre a que temos menos e com isso tentando equilibrar os pesos de cada ação em nossa carteira, iremos sempre comprar a mais barata, relativa às outras que possuímos.

Repita esta estratégia por tempo suficiente, acrescentando em seus investimentos mensais os eventuais dividendos que estas empresas irão lhe pagar, e sua fortuna é líquida e certa.