Cuide da sua aposentadoria

Transcrição do video:

Oi, tudo bem? Eu sou o Fabricio Peruzzo, o Papai Investidor, e estou aqui hoje para falar um pouco sobre a sua aposentadoria.

O serviço que me coube profissionalmente nesta vida foi o de consultor financeiro e vendedor de consórcios, como já expliquei anteriormente em outro video.

É meu dever ajudar as pessoas com as melhores recomendações de investimento, de modo que consigam gerir suas finanças e atingir seus objetivos na vida sejam quais forem – comprar uma casa, viajar pelo mundo, pagar a educação dos filhos, gozar de uma aposentadoria tranquila, ou tudo isso ao mesmo tempo.

Esses dias li um artigo que tinha uma boa e uma má notícia.

As pessoas estão vivendo mais. Isso é ótimo.

No entanto, a expectativa de viver uma parte maior da vida com alguma incapacidade, também aumentou.

A maioria das pessoas viverá um quinto das suas vidas nesta condição. Se viver até os 80 anos, poderá passar 20 anos assim. Isso impacta diretamente sua vida.

A conta é simples: se viver mais, você terá condições de se sustentar quando for menos ativo?

É claro, que se tu acreditas que a aposentadoria da Previdência vai te sustentar a contento, então nem vale a pena perder os próximos minutos me ouvindo.

Quanto tu precisas juntar ao longo da vida profissional para ter patrimônio suficiente para que dure o resto da tua vida?

Infelizmente não tenho a resposta. São muitas variáveis.

Tua renda média, capacidade de poupança, disponibilidade de correr riscos, taxa de juros, inflação, renda esperada na aposentadoria, casamento, quantidade de filhos, compra da casa própria…

Sem falar das surpresas que podem aparecer ao longo do caminho.

Então é bom errar para cima, juntar mais do que tu achas que precisará.

E quanto antes começar, maior será tua chance.

Aprender sobre investimentos é uma necessidade, não podemos deixar isso para depois.

Como diria Muhammad Ali:

“Eu odiava cada minuto de treino, mas me dizia: Não desista. Sofre agora e viva o resto da sua vida como um campeão.”

Obrigado por me assistir.

Se você gostou deste video, clica ali no dedinho pra cima, se inscreve no canal do Youtube para receber os próximos videos, divulga para os amigos. Vamos juntos construir um mundo mais rico para todos nós.

Se não gostou, manda este video para os inimigos, para perderem o tempo deles ouvindo as minhas bobagens.

Te vejo no próximo video.

Por que estou gravando videos?

Eu sou este cara comum que tu estás vendo aqui. Hoje em dia é mais fácil me encontrar de calça de abrigo e moletom na pracinha, brincando com minha filha, do que de terno e gravata em algum encontro de negócios. Isso não quer dizer que eu não esteja constantemente fechando novos negócios, mas sim, que descobri como fazer isso de forma mais leve e otimizada.

Não espera de mim videos super produzidos, com edição profissional ou altos investimentos de tempo e equipe. O que me disponho a fazer é gravar algumas idéias que podem te ajudar a enriquecer de forma mais fácil ou mais rápida. Estou falando de videos simples, com conteúdo focado no teu crescimento pessoal. Estou falando disso que tu estás assistindo, eu falando, as vezes de forma mais apresentável, as vezes assim, com a barba por fazer.

Gravo videos há muitos anos, a diferença de agora é que nos últimos dias gravei mais videos do que já havia gravado em todos os anos anteriores. Queria então falar brevemente do porquê de estar gravando tantos videos ultimamente.

Um dos maiores motivos é que notei, já há muito tempo, que as pessoas tem curiosidade em saber com quem estão lidando. E no meu caso específico, em que meu trabalho se dá normalmente à distância, muitas vezes apenas através da troca de emails, isto se torna um pouco mais difícil.

Isso se torna ainda mais importante devido ao fato de eu tratar de assuntos bastante íntimos. A maioria das pessoas não gosta de sair por aí falando de sua vida financeira com qualquer um.

Então estes videos são ao mesmo tempo uma forma diferente de falar das coisas que eu já transmitia através da escrita, mas também uma maneira para que quem sempre leu meus textos possa me conhecer um pouco melhor e se sentir um pouco mais confortável em compartilhar comigo suas dúvidas e seus anseios.

Assim, quem desejar contar com minha ajuda sabe exatamente com quem está falando, sabe quem sou, como sou e como penso.

Se minhas idéias ressoam positivamente com o que tu acreditas, vai ser um prazer trilhar contigo essa estrada de um futuro financeiro tranquilo e acolhedor.

Obrigado por me assistir. E até a próxima oportunidade.

Como juntar um caminhão de dinheiro

Nas próximas semanas publicarei uma sequência de videos falando tudo que achar importante sobre investimentos e construção de riqueza, não só na teoria, mas também com sugestões práticas de como formar patrimônio relevante em um tempo razoável, com consistência e segurança.

E para começar já, para isto não ser mais do que uma simples apresentação minha, pegue papel e caneta, ou melhor, separe um caderno exclusivo para isto, e vamos juntos construir seu futuro financeiro, seja ele o suficiente para viver uma vida mais confortável, seja para conquistar uma aposentadoria precoce, seja para atingir uma riqueza fora de série. Eu ajudo com as ferramentas, tu defines a velocidade e o topo que pretende atingir.

Vai lá, pega o caderno.

Pronto. Caderno na mão? Este caderno será seu manual da independência financeira. O que escrevemos tem valor, é perene, está registrado. Neste caderno você colocará o que aprender comigo e com os outros especialistas no assunto dinheiro. Nele você colocará seus dados financeiros, os detalhes de suas contas bancárias e das corretoras em que possui investimentos. Neste caderno você fará exercícios e simulações. Ele será seu guia e seu mapa para uma vida financeira mais rica e confortável.

Anota aí então. A primeira grande sacada da independência financeira é o exato oposto do que dizem alguns autores. Eu explico:

Alguns autores de finanças falam que não importa tanto o quanto você ganha, mas sim o quanto gasta e quanto sobra no final para investir.

BULLSHIT!!! MENTIRA!!!

O jeito mais fácil de juntar um caminhão de dinheiro não é encontrando investimentos mágicos que façam suas merrecas crescer. O jeito mais fácil de juntar um caminhão de dinheiro é GANHAR um caminhão de dinheiro com seu trabalho ou seus negócios.

E falo isso de cadeira, vivi isso na pele. Quanto mais você ganha, mais fácil é fazer sobrar aquela parte importante para destinar aos seu patrimônio e seus investimentos. Mais fácil é economizar e fazer seus investimentos atingirem um valor relevante a ponto de sustentar seu padrão de vida elevado apenas com os rendimentos gerados por este patrimônio.

Então, quando você tiver um tempo sobrando e pensar em pesquisar por um investimento que renda uma miséria a mais do que o investimento mais simples que você já conhece, use este tempo para aprender algo novo que te permita simplesmente ganhar mais com seu próprio trabalho.

Claro que não estou dizendo aqui para se contentar em deixar o dinheiro na poupança, onde ele perde até mesmo para a inflação. Nem com isso imagino que você vá deixar seu dinheiro no fundo de renda fixa comum do seu banco do dia a dia, que cobra taxas de administração tão altas que em determinados momentos pode render até mesmo menos do que a poupança. Temos que ter um rendimento condizente, sem ficar distribuindo nosso dinheiro suado de graça para o sistema financeiro, mas já falo sobre isso.

Para ilustrar a situação, vou dar um exemplo prático e já mostrar uma opção de investimento para sua reserva de segurança. A reserva de segurança, ou colchão de liquidez, é aquela parte do seu dinheiro que precisa estar disponível rapidamente para qualquer emergência. É ingrediente essencial de qualquer plano de investimentos. Desde pequeno ouço meu pai dizendo: “quem tem um colchão de segurança nunca passa trabalho na vida”. E isso me marcou forte, porque nas piores situações, nos momentos mais dramáticos, o colchão de segurança sempre esteve lá cumprindo sua função e segurando as pontas até os problemas estarem resolvidos.

O que é necessário para este colchão de segurança? Depende de cada pessoa, do seu nível de empregabilidade, da área em que você atua e tudo mais, mas no mínimo estamos falando em seis meses do seu custo de vida. Um ano seria melhor, claro. Imagine a situação de perder o emprego, quanto tempo você levaria para conseguir outro que lhe pague mais ou menos o mesmo que costumava ganhar? Ou uma doença que exija seu afastamento do trabalho, por quanto tempo você poderia manter as contas em dia sem receber seus pagamentos mensais? Isso pensando que você tem um bom plano de saúde, se não tiver, quanto custaria o tratamento?

Bom, explicada a necessidade de uma reserva de emergência, vamos ao exemplo prático. Vamos imaginar que você tenha R$ 10.000 ou R$ 100.000 aplicados no investimento mais banal e seguro que existe, o Tesouro Selic.

O Tesouro Selic rende antes dos impostos, aproximadamente 10% ao ano na época de gravação deste video.

Pesquisando um pouco, ou recebendo aquela “dica quente” da corretora onde você possui seus investimentos, descobre um CDB fantástico de um banco que você nunca tinha ouvido falar, que paga 120% do CDI, ou seja, mais ou menos 120% do que você receberia no Tesouro Selic onde já investe.

E olha aí eu divergindo de novo do assunto, mas é por um bom motivo, é uma lição valiosa: se algo paga mais, é porque tem mais riscos. Nenhum banco é Papai Noel para distribuir dinheiro de presente. O banco tal pode oferecer 120% do CDI, mas se ele falir, você perde tudo que investiu. E nem vem me falar que não, que tem o FGC, o Fundo Garantidor de Crédito, que garante teus investimentos até o limite de R$ 250.000 por CPF, por banco. Furada, em uma quebra generalizada desses banquinhos de segunda ou terceira linha, o FGC não tem dinheiro para garantir coisa nenhuma.

Voltando para nosso exemplo, quanto rende a mais esses tais de 120% do CDI? E eu respondo, aproximadamente 1,5% a mais ao ano, depois dos impostos. Ou seja, para seus R$ 10.000 investidos, correndo um risco muito maior de perder tudo ao investir em um CDB de banco quase falido, você ganhará a fortuna de R$ 150 a mais no ano! Mesmo que você tenha um valor mais substancial, R$ 100.000 investidos, você ganhará apenas R$ 1500 a mais para correr um risco absurdamente maior de perder tudo.

Agora, fala sério, o que é mais fácil, tentar encontrar um investimento seguro que renda um pouquinho irrelevante a mais, e perder um tempo precioso até entender tal investimento de maneira a se sentir seguro com ele, ou simplesmente usar esse tempo para pensar em maneiras de economizar esse tantinho a mais ao longo do ano. NO caso de uma reserva de R$ 100.000, estamos falando de pouco mais de R$ 100 mensais.

Pare de procurar investimentos milagrosos e te dedica a aprender as coisas que te permitam crescer profissionalmente e ganhar mais com teu trabalho, e assim, poder investir mais.

Teu futuro agradece.

Obrigado por ler até aqui.

Se você gostou, divulga para os amigos. Vamos juntos construir um mundo mais rico para todos nós.

Se não gostou, manda este artigo para os inimigos, para perderem o tempo deles ouvindo minhas besteiras.

Como ter mais dinheiro para investir

Rodolfo Amstalden, um dos sócios da Empiricus, dá uma dica simples e direta para você conseguir ter mais dinheiro para investir. E também para ficar mais magro 🙂

Esta é a Rede Rica! Uma curadoria de conteúdo feita para facilitar sua vida ao apresentar os melhores textos e videos para seu desenvolvimento pessoal e financeiro.

Conta digital – tarifa zero em todas as operações

Todo Papai Investidor já deve ter aberto uma conta corrente para seus filhos. Muitos optam pela caderneta de poupança, para não pagar tarifas de manutenção da conta, mas todos sabemos que a caderneta de poupança há muito tempo não rende nem o suficiente para bater a inflação, então deixar o dinheiro lá é receita para seu filho empobrecer enquanto cresce.

Uma alternativa surgiu em 2014 com o conceito pouco divulgado pelos bancos (óbvio) das contas digitais. Basicamente se trata de uma conta que deve ser operada somente através de canais eletrônicos, internet e caixas automáticos basicamente, e que sendo usada assim, não cobra nenhuma tarifa para as operações mais comuns como transferências, DOC, e TED. É a conta ideal para um filho, pois dá acesso básico aos serviços bancários como receber depósitos, aplicar em fundos dos próprios bancos (normalmente caros, mas ainda assim melhores do que a poupança) e fazer transferências para a corretora de seu filho sem custos, permitindo assim o investimento mesmo de valores mais baixos, sem que os custos representem um percentual altíssimo do valor aplicado.

A maioria dos bancos que tinham esta opção de conta já cancelaram as mesmas, e o Itaú está prestes a fazer o mesmo com a sua, batizada de iConta. Então você tem poucos dias para abrir, caso já não possua, ou para solicitar a troca de seu pacote pessoal para o da iConta, caso já possua conta neste banco. Se você não utiliza mais talões de cheque e todas suas operações costumam ser feitas pela internet, caixa eletrônico ou aplicativos, a hora é agora.

A Nathalia Arcuri, do canal Me Poupe no YouTube, fez um video sobre o assunto hoje, assista abaixo e aproveite para assinar o canal dela, que sempre tem vídeos bastante divertidos sobre finanças.

Esta é a Rede Rica! Uma curadoria de conteúdo feita para facilitar sua vida ao apresentar os melhores textos e videos para seu desenvolvimento pessoal e financeiro.

Onde Felipe Miranda, da Empiricus, investe seu dinheiro?

Ontem o Primo Rico, Thiago Nigro, publicou o video de uma entrevista com o Felipe Miranda, da Empiricus. Para quem ainda não sabe, o Papai Investidor é assinante vitalício do Reserva Empiricus, o produto mais completo deles, resumidamente, assinante de TODOS os relatórios que eles já criaram ou venham a criar, ou seja, recomendo, e recomendo muito.

Entrevista excelente que mostra não apenas onde o Felipe investe, mas principalmente as excelentes idéias que motivam o porquê dele investir desta maneira.

Assista abaixo, assine o canal do Thiago para ver sempre os novos videos dele e siga em frente nas melhores escolhas para sua vida financeira.

Esta é a Rede Rica! Uma curadoria de conteúdo feita para facilitar sua vida ao apresentar os melhores textos e videos para seu desenvolvimento pessoal e financeiro.

Alugar ou comprar imóvel com financiamento?

Um dos termos que sempre utilizo para explicar a diferença entre alugar ou comprar um imóvel através de financiamento, é que o financiamento nada mais é do que um “aluguel do dinheiro”, e que este aluguel do dinheiro costuma ser muito mais caro do que o aluguel do imóvel. Tudo isso, sem deixar de lado toda a questão de flexibilidade que o aluguel proporciona em relação ao engessamento de ter um compromisso de longa duração com um financiamento, ou da dificuldade de passar isto adiante no caso de mudanças de planos neste mundo tão dinâmico em que vivemos.

Que felicidade a minha então em assistir hoje a este video do amigo Gustavo Cerbasi tratando exatamente deste tema com tanta propriedade. Assista abaixo, assine o canal do Gustavo para ver sempre os novos videos dele e siga em frente nas melhores escolhas para sua vida financeira.

Esta é a Rede Rica! Uma curadoria de conteúdo feita para facilitar sua vida ao apresentar os melhores textos e videos para seu desenvolvimento pessoal e financeiro.

De volta aos videos. Feito é melhor que perfeito. Faça o que funciona sempre.

Estou de volta, depois de quase três anos de “licença paternidade”. Feito é melhor do que perfeito, então este e os próximos videos devem ser assim, simples, rápidos, feitos com a câmera do celular mesmo, mas sempre com algum conteúdo relevante que te ajude a ficar um pouco melhor a cada dia. Posso não conseguir ajudar todo mundo, mas se um video meu fizer a diferença na vida de pelo menos uma pessoa, já valeu o tempo que dediquei a isso.

Todos os dias você têm uma escolha: pode fazer o que sempre funcionou para todo mundo, ou pode tentar encontrar um atalho. Na vida financeira também é assim, você pode investir de uma maneira simples e até tediosa, mas que funciona, ou pode tentar descobrir o Santo Graal dos investimentos e tentar enriquecer da noite para o dia. Não caia nesta tentação. Na melhor das hipóteses, você irá perder seu tempo. Na pior, irá perder tempo e dinheiro.

Hoje eu decido viver bem

Hoje eu decido viver bem, link para o vídeo no YouTube.

Ontem entramos na primavera. Foi um dia cinza aqui em Porto Alegre. Perdi uma prima, 40 anos, vítima de um câncer descoberto há dois meses. Ainda não me caiu direito a ficha, foi tudo muito rápido, estava viajando quando foi dado o diagnóstico.

Não tinha contato frequente com esta prima. A última vez que nos vimos fazia quase um ano, no aniversário do nosso tio. O laço de sangue familiar e uma infância e adolescência cheias de histórias juntos nos mantinha ligados, com aquele carinho que não acaba mesmo ficando muito tempo sem nos ver.

Há três anos minha esposa perdeu o irmão, 29 anos, recém formado em educação física, também para um câncer descoberto poucos meses antes.

Entre uma perda e outra, um amigo liga para dar a triste notícia do falecimento do filho, atropelado por um ônibus.

O que há em comum nestas três histórias tristes é que vemos quebrado o ciclo natural da vida. O que temos como normal é nascer, crescer, envelhecer e morrer. A quebra desta ordem natural das coisas nos deixa sem chão, não faz sentido.

Não faz sentido, mas pode acontecer a qualquer momento. E então nos damos conta de como é tênue nossa permanência no planeta. Dependemos das nossas escolhas, mas também de infinitos fatores sobre os quais não temos nenhum controle.

Por tudo isso, hoje eu decido viver bem. Decido ser feliz, de dentro para fora. Se alguém mal humorado me destratar na rua, é com ele que o mau humor está. Se me cortarem no trânsito, lamentarei que tenham pressa e não tenham saído mais cedo, mas não ficarei irritado. As más atitudes dos outros não devem afetar o meu humor. Depende apenas de mim escolher como passarei o dia.

Não temos controle sobre tudo, mas sobre o que temos controle, só depende de nós decidir. Então hoje, amanhã e nos próximos dias, eu decido viver bem. E quando eventualmente acordar mal, chateado ou com algum problema, vou me lembrar destas palavras e ficarei bem. Pois pelo menos isso eu sei que posso controlar em minha vida.

Há um senso de urgência, um reloginho fazendo tique-taque, que não sabemos quando irá parar. Depende somente de nós o equilíbrio das peças que temos para viver o melhor que pudermos.

Hoje eu decido viver bem. E lhe desejo um ótimo dia e um futuro cheio de paz e tranquilidade.

Obrigado.

Faça as perguntas certas… Feliz Natal!

Hoje recebi adiantado um dos presentes de Natal que minha esposa preparou de surpresa. Fiz um vídeo mostrando este presente, além de falar sobre a importância de fazermos as perguntas certas, ou como expor nossos problemas de forma que a própria explicação do problema nos leve à resposta. Falo também sobre a “solidão empresarial”, um mal que costuma ser comum em empreendedores que trabalham em casa ou que possuem um negócio muito enxuto, sem precisar de funcionários ou sócios.

Assista o video:

Se não consegue ver aqui, assista diretamente no YouTube clicando aqui.

PS: uma curiosidade para os que gostam de tecnologia. Filmei este vídeo com o iPhone 4 e fiz a edição diretamente no telefone, usando o programa iMovie da Apple. O envio para o YouTube também foi feito pelo próprio aparelho. Mobilidade total.